Croquis - A liberdade do traço

Croqui digital no iPad com Procreate App
Grafite sobre papel sulfite

Quem acompanha o meu trabalho já percebeu que sempre estou apresentando diversos tipos de desenho que faço durante minhas atividades profissionais ou recreativas. O croqui, foco do assunto deste texto, é presença constante do meu dia a dia para, por exemplo, produzir estudos dos meus projetos, ilustrar minhas explicações em sala de aula, fazer desenhos de observação e também os esboços que servem de base para ilustrações mais elaboradas.

Independente da sua aplicação o croqui tem a capacidade de oferecer grande liberdade de expressão e representação ao seu usuário. Em geral, ele não tem compromissos com acabamentos gráficos refinados o que possibilita a explicitação rápida de ideias e conceitos. Veja na sequência algumas orientações sobre o uso deste valioso tipo de desenho.

Técnicas e mídia

São as mais diversas. Recomendo que use as que te deixem mais confortável, mas tente experimentar várias. Nos meus desenhos você verá que muitos foram feitos, por exemplo, com canetas esferográficas comuns sobre papel sulfite. Em outros casos usei materiais mais específicos como pastel seco, canetas nanquim descartáveis, lápis 6B, 2B, lapiseira, lápis de cor normal, aquarelado, dentre outros. Atualmente, como as imagens deste site mostram, tenho usado o iPad como principal mídia de desenho. Experimente, tente encontrar o material e a mídia que mais se encaixam às suas necessidades e habilidades. Converse com colegas e peça sugestões, mas principalmente tente encontrar a mídia que te deixe mais a vontade e confiante.

Tipos de desenho

Os desenhos são dos mais diversos tipos e finalidades. Plantas, cortes, fachadas, perspectivas de objetos, ambientes urbanos, detalhes arquitetônicos, edifícios etc. Desenhar sempre te dará um conhecimento mais aprofundado daquilo que foi representado. Recomendo desenhar de tudo, mas tentando manter a objetividade.

Caneta esferográfica sobre papel texturizado
Nanquim sobre papel manteiga

Traço

O traço é o que dará personalidade e unicidade ao seu desenho. Ele pode ser solto, irregular, pesado, leve etc. O traço pode ser usado para definir linhas, texturas e tonalidades. Tudo dependerá da sua habilidade com o instrumento e do seu amadurecimento gráfico. Desenhe bastante. Com o tempo você perceberá uma nítida evolução que acontecerá naturalmente. Veja, por exemplo, neste artigo, meu próprio processo de evolução.

Acabamentos

Totalmente livres. Os materiais são os mais diversos e notem que os acabamentos dos desenhos estão longe de serem sofisticados. O importante é que o croqui passe a mensagem de maneira rápida, eficiente e objetiva.

Temas

São os mais diversos. No meu caso vão desde cenas imaginadas até cenas reais que capturei in loco. No caso dos projetos o tema obviamente será o do edifício em questão, mas, dentro deste, diversos subtemas podem surgir. Você poderá fazer o croqui de uma casa e dos detalhes construtivos de sua escada, de seu telhado, piscina etc. Aqui é muito importante a pesquisa. Quando mais você souber sobre o tema mais seus desenhos ganharão legitimidade.

Croqui digital no iPad com Procreate App
Croqui digital no iPad com Procreate App

Escala e proporção

São fundamentais. Usando instrumentos de medida (escalímetros) ou não, a proporção entre os elementos tem que ser mantida o mais fiel possível. Aqui é importante não confundir proporção com exatidão. O seu desenho pode ser feito totalmente de forma intuitiva e livre, mas as relações dimensionais entre os elementos devem ser respeitadas. Nos croquis de projetos quando estou desenhando cortes, plantas e fachadas, costumo usar o escalímetro apesar de também usar o desenho à mão livre.

Então é isso! Nada de inibição ou de preocupações excessivas na hora de desenhar croquis. Liberdade é a palavra chave.

Aproveitem!

Desenho digital com Sketchbook Pro
Nanquim sobre papel manteiga