Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2012

Desenho de perspectiva a partir de foto - Pintura Digital

Imagem
Oi pessoal, chegamos ao último vídeo da série mostrando como fazer um desenho a partir de uma foto. Nessa fase final você verá como aplicar uma rápida pintura de maneira bastante solta e espontânea. Como vocês puderam acompanhar todo o desenho foi feito no Sketchbook Pro da Autodesk com uma mesa gráfica Wacom Bamboo Creative.

Para os leitores que não viram as postagens iniciais esclareço que o desenho final visto na imagem acima é propositadamente feito em uma posição diferente da foto. Essa era uma das propostas do exercício que você poderá fazer tanto usando recursos digitais quanto usando técnicas e instrumentos tradicionais.
Clique aqui para ver o último vídeo

Para quem quiser acompanhar o processo desde o início é só clicar aqui. Até a próxima!

Desenho de perspectiva a partir de foto - Acabamento linear

Imagem
Oi pessoal! Voltamos com a terceira parte do vídeo sobre desenho de uma perspectiva a partir de uma foto. Nessa etapa eu usarei o rascunho feito anteriormente como base para os acabamentos lineares. Vale observar que o desenho vai se tornando cada vez mais livre uma vez que a quantidade de elementos aumenta e as relações entre eles se tornam mais evidentes. Vejam o vídeo e espero que aproveitem as dicas.

Clique aqui para ver a segunda parte

Desenho de perspectiva a partir de foto - Croqui geral

Imagem
Olá! Voltamos com o segundo vídeo (veja o primeiro clicando aqui) da série que mostra como desenhar uma perspectiva a partir de uma foto. Nessa etapa você verá a marcação volumétrica dos elementos principais. Usando o desenho anterior serão acrescentados mais detalhes, mas agora usando a intuição e a observação. A grande preocupação nessa fase é a volumetria do conjunto que deverá estar coerente com a perspectiva escolhida. Vejam o vídeo e espero que aproveitem! Até a próxima.

Desenho de perspectiva a partir de foto - Estrutura básica

Imagem
Oi pessoal! Nessa postagem eu aproveitarei um dos exercícios que costumo aplicar nas minhas turmas de desenho de observação para exibir uma série de quatro vídeos nos quais serão mostrados, passo a passo, o processo de confecção de uma perspectiva.

Uma das condições do exercício foi o de alterar a posição do observador da foto usada como referência, ou seja, o desenho sairá diferente da imagem da fotografia. Para facilitar a gravação adotei recursos eletrônicos, mas tentei simular ao máximo as condições do desenho manual. Usei o Sketchbook Pro da Autodesk e a recém adquirida mesa digitalizadora Wacom Bamboo Create tamanho médio. A mesa ainda está longe de ter um nível profissional como as da linha Intuos ou da Cintiq, mas ela me surpreendeu bastante durante as ações à mão livre. Ótima relação custo benefício.  Espero que gostem do vídeo!

Desenhando diretamente com marcadores

Imagem
Em janeiro deste ano tivemos o prazer de receber, aqui em Fortaleza, o arquiteto Eduardo Bajzek que, na oportunidade, ministrou na Unifor, mais uma edição de seu curso sobre valorização artística de projetos. Além de poder reforçar a amizade tive várias oportunidades de desenhar em sua companhia.
Uma das propostas do Eduardo trata da execução de desenhos sem a base linear, ou seja, usando somente cores e tons. Depois de ter recebido várias dicas de como usar marcadores fiz diversas experiências que são mostradas nessa postagem. No desenho do vagão de trem ainda desenhei algumas linhas depois da base com cores, mas depois me libertei totalmente. Realmente é um exercício e tanto. Nós, que temos formação em arquitetura, somos muito íntimos do desenho linear e trabalhar no nível do pictórico é sempre um desafio. Todos os desenhos foram feitos na praça Luiza Távora.







Etapas de um desenho - Parte 3

Imagem
Olá! Voltamos com mais um exercício de desenho de vegetação e de perspectiva. Esse desenho foi desenvolvido (nas suas fases volumétricas) junto com meus alunos durante minhas aulas na Unifor.

O processo é o mesmo mostrado nas postagens anteriores com a diferença de que as etapas, ilustradas na pequena animação abaixo, estão mais detalhadas. Outra diferença importante é que esse desenho foi finalizado usando recursos digitais. Resolvi, mais uma vez, testar o Sketchbook Pro da Autodesk, mas agora adotei o programa tanto no desenho dos detalhes de acabamento (usando como base a volumetria feita em sala) quanto na pintura. Usei uma tablet Wacom Bamboo pequena que possibilitou simular o traço a mão livre. Escolhi uma caneta preta a mais próxima possível da que eu uso em sala de aula. Gostei do resultado e da naturalidade do traço. Achei que ficou bem parecido com o que eu faria no quadro branco. Vejam o processo no pequeno vídeo abaixo.

Etapas de um desenho - Parte 2

Imagem
Olá, voltamos com a segunda parte da postagem anterior que fala sobre algumas dicas de como montar um desenho de forma intuitiva. O processo é o mesmo mostrado antes, mas percebam que esses desenhos usam dois pontos de fuga principais.

As pequenas animações abaixo ilustram as etapas, mas vou aproveitar para fazer algumas considerações sobre o assunto "pontos de fuga". Costumo classificar os tipos de perspectiva usando sempre a palavra PRINCIPAL para os pontos de fuga. Quando converso com meus alunos sobre esse assunto oriento que, ao contrário do que pregam alguns livros, não existem as chamadas perspectivas de UM PONTO DE FUGA, de DOIS PONTOS DE FUGA ou de TRÊS PONTOS DE FUGA. Na verdade a quantidade deles depende de como os objetos da cena se comportam em relação ao plano de quadro.


Tentando explicar de uma forma bastante simples, tente imaginar que você está fotografando um edifício com sua máquina digital. O plano de quadro será, aproximadamente, a tela de sua máquina. …