Postagens

Mostrando postagens de Janeiro, 2011

Desenhos do Chile - Peulla e Santiago

Imagem
Continuando com os desenhos de viagem chegamos ao Chile. O desenho mostrado abaixo é do salão de estar do Hotel Peulla. Peulla é um local situado no meio da travessia Andina literalmente no meio do nada. É muito bonito, mas carece de infraestrutura e de atrações. Como costumam dizer por lá, é o melhor lugar do mundo para não fazer nada. Percebam que este é, de longe, o desenho mais detalhado da série. A razão é simples. Fomos obrigados a fazer o checkout as 11h quando nosso barco só sairia as 16h. Tive tempo de sobra para fazer esse desenho.





Na sequência vocês podem ver um rápido esboço do Hotel Solace em Puerto Varas (onde nos hospedamos) e uma vista de Santiago mostrando a Torre da Entel e a cidade com as montanhas ao fundo. O primeiro desenho mostrado na postagem devo agradecer ao voo da TAM que estava com 4 horas de atraso e me deu bastante tempo de aeroporto para executá-lo. Mas é justo registrar que apesar dos contratempos fomos muito bem tratados pela companhia que nos fornece…

Desenhos de Buenos Aires - Café Tortoni e Galeria Pacífico

Imagem
Continuando com os desenhos feitos em nossa última viagem, aqui você pode ver (na imagem abaixo) dois detalhes do belo Gran Café Tortoni, tradicional café argentino cujo edifício data do século XIX. Este lugar, além da exuberante decoração e cardápio, foi muito bem frequentado por figuras como Carlos Gardel e Jorge Luis Borges. Eu já conhecia o local então aproveitei a parada que fizemos para um lanche deixando a máquina fotográfica de lado e me dedicando ao desenho mostrado abaixo. O interior do café é muito rico em detalhes, dessa forma, seria inviável desenhar alguma perspectiva interna.

Desenhos em Buenos Aires - La Boca

Imagem
Em Dezembro/Janeiro estivemos passeando pelo sul do nosso continente. Visitamos mais uma vez Buenos Aires além de Bariloche, Peulla, Puerto Varas e Santiago. Resolvi seguir o exemplo de alguns colegas e a filosofia dos "Urban Sketchers" e levar, além da máquina fotográfica, meu caderno de croquis e alguns poucos materiais de desenho.

Na verdade estava munido somente de uma Caran D'Ache 1.8 e duas Unipins 0.1 e 0.3 além de uma borracha de goma que acabei perdendo em um dos momentos de desenho. O desafio foi executar os croquis com velocidade compatível ao tempo disponível pra tanto pois não podia abusar da paciência de nosso grupo de amigos em esperar que o desenho ficasse pronto. Desta forma usei os momentos em que estávamos bebendo alguma coisa ou comendo. Vocês perceberão que as cenas desenhadas não são turísticas. Na verdade são as cenas que, na minha interpretação, dariam bons desenhos enquanto degustávamos uma cervejinha ou algum prato local.


Esses dois primeiros f…