Postagens

Mostrando postagens de 2011

Dicas para o desenho de observação

Imagem
Nessa postagem vou tentar, de maneira bem rápida e objetiva, dar algumas dicas de materiais e procedimentos para fazer desenhos de locação, ou seja, aqueles croquis rápidos que fazemos na rua, em um restaurante, bar ou até mesmo dentro de casa.


A base para esse tipo de prática é a do desenho de observação, ou seja, representar em meio bidimensional, normalmente em papel, o que é percebido na realidade tridimensional. É claro que os conhecimentos técnicos sobre desenho terão enorme influência no resultado, mas notem que a palavra "percebido" carrega um significado enorme uma vez que é justamente essa percepção que fará a diferença.
Vale lembrar e reforçar que desenhar é muito mais saber observar do que ter habilidades manuais. Se imaginássemos que duas pessoas pudessem ter o mesmo grau de conhecimento e de habilidades gráficas elas produziriam desenhos diferentes de uma mesma cena. O que vemos é bem diferente do que percebemos pois, na segunda ação, entram vários fatores de…

Desenhando carros 2

Imagem
Esta postagem está longe de ser daquele tipo em que dou dicas sobre como desenhar alguma coisa. Ela diz respeito muito mais a uma curiosidade pessoal que já foi tema de outra postagem, desenhar carros. Considero esse tema difícil. Nunca fui um entusiasta de automóveis e tão pouco me acho um bom desenhista de automóveis, mas tenho certeza que tentar representá-los é um ótimo exercício. As formas curvas e a dificuldade de estabelecer proporções e relações espaciais é muito similar, me atrevendo a fazer essa comparação, com o desenho de figuras humanas. Bom! Seguem alguns desenhos para sua avaliação.







Croqui rápido - Liceu do Ceará

Imagem
Postagem rápida de um desenho rápido. Este é um trecho do edifício do Liceu do Ceará, localizado no bairro da Jacarecanga que, durante as quatro primeiras décadas do século XX, foi um dos mais tradicionais bairros de nossa capital.
A técnica do desenho é a mesma de sempre, ou seja, lapiseira e lápis sobre papel da caderneta Moleskine. A pequena diferença reside na aplicação de uma dica dada pelo meu colega Domingos Linheiro que consiste em desenhar elementos repetitivos posteriormente. Desta forma, fiz todo o esboço geral, todo o centro e todo o lado esquerdo do prédio no local. O restante, pela simetria, fiz em casa. Também apliquei a técnica com as texturas das venezianas e do telhado. Até a próxima!



Croquis de final de semana 4

Imagem
Olá! Voltamos com mais uma sequência de desenhos de final de semana. Desta vez aproveitei o convite de meus pais, minha irmã e cunhado para dois dias de relax na praia da Lagoinha que fica no litoral oeste do Ceará. O passeio foi muito bom com direito ao ótimo "não fazer nada" (que só o afastamento da capital proporciona) aliado à sempre inestimável companhia da família, da gastronomia local e, é claro, da paisagem. Como para mim desenhar faz parte do lazer consegui fazer os quatro registros que são mostrados nessa postagem. Gostei muito do resultado dos dois barcos. Sempre quis desenhar esse tema "ao vivo" e essa oportunidade veio bem a calhar. Abraços e até a próxima!



Dica Sketchup - Projeto Residencial

Imagem
Voltamos com mais uma dica sobre o uso do Sketchup. Desta vez mostraremos um caso real de um projeto de residência unifamiliar que eu e minha esposa fizemos no nosso escritório. A obra foi concluída esse ano.

O principal objetivo dessa postagem é convidar o leitor a perceber os métodos de concepção, desenvolvimento e de representação que foram usados. Nesse projeto aplicamos diretamente tudo o que mostro e defendo em meu livro, ou seja, o uso de croquis e do Sketchup como ferramentas de auxílio no desenvolvimento e apresentação de projetos. A Imagem 1 mostra uma das perspectivas de apresentação feitas no SketchUp com edição no GIMP. Observem que apesar da ferramenta digital estar presente em diversas fases do processo tudo começou na prancheta com os estudos, em croquis, das plantas, cortes e perspectivas do objeto arquitetônico como mostrado na Imagem 2. Nessa fase foi fundamental a definição do partido do projeto e vocês notarão que, apesar das alterações que ocorreram ao longo da …

Croquis de final de semana 3

Imagem
Olá! Voltamos com mais alguns rápidos desenhos feitos no final de semana. Desta vez aproveitei o Domingo. Enquanto minha esposa fazia uma prova de concurso resolvi sair em busca de algum tema para desenhar. Lembrei de dois exemplares de edifícios residenciais que guardam, na minha interpretação, qualidades de uma época em que os gabaritos não eram tão agressivos com o entorno urbano e o desenho dos edifícios levava em consideração aspectos bem mais nobres que os atuais. Hoje, lamentavelmente, o único parâmetro importante parece ser o apelo de venda. Os dois se localizam em área nobre da cidade e com certeza não pagariam, nos padrões atuais, nem 20% do valor dos terrenos onde estão locados.
Para mim, são dois belos edifícios com características bem peculiares. O primeiro tem varandas bem desenhadas e detalhadas com elementos oblíquos e jardineiras. A estrutura tem pilares com planos inclinados que compõem a fachada juntamente com vários cheios e vazios. O aproveitamento do terreno, qu…

Croquis de final de semana 2

Imagem
Desenhar virou um bom vício e já somo, até agora, mais de 40 desenhos somente na minha caderneta Moleskine. Acho que isso acabou por determinar uma técnica particular em virtude dos instrumentos usados (lapiseiras 0.5, 0.7 e 1.2) e do tipo e formato do papel. Quem estiver acompanhando perceberá uma constante nas características dos desenhos. Também poderá notar que eles tentam ser o "retrato" da percepção do momento, ou seja, procuro não fazer retoques posteriores. As vezes, um reforço em uma sombra ou em algum traço, mas nada que altere o "jeitão" do desenho. Bom, seguem alguns exemplares feitos nos últimos finais de semana. Espero que gostem!







Perspectiva de um ambiente urbano

Imagem
Olá! Voltamos com mais um vídeo sobre desenho de perspectivas com um ponto de fuga principal. Desta vez vamos construir um ambiente urbano imaginário. Como vocês puderam ver na postagem anterior estou testando o Sketchbook Pro da Autodesk como base para a montagem da perspectiva. No vídeo e nas imagens mostradas abaixo vocês poderão perceber os seguintes procedimentos:
1. Primeiro foi montada a volumetria básica do conjunto tomando como referência a escala humana. Vejam o passo a passo no vídeo mostrado no final da postagem.


2. Em seguida os volumes, ruas e algumas marcações foram destacados e o resultado impresso.


3. Tomando o desenho mostrado acima como base fiz um esboço inicial marcando as divisões dos pavimentos dos edifícios e algumas escalas para as árvores e pessoas.



4. Finalmente o desenho foi finalizado a lápis e escaneado. Perceba que neste momento os edifícios ganharam detalhes e algumas alterações na sua volumetria inicial. Este é o momento mais bacana, quando seu traço …

Dica Sketchup - Modelagem 3D sem exageros

Imagem
Vamos falar sobre um problema recorrente nas modelagens tridimensionais. Os programas de modelagem, entre eles o Sketchup, simulam um ambiente 3D no qual, teoricamente, você pode modelar o que desejar e na dimensão que desejar. Você poderia, por exemplo, modelar um edifício multifamiliar com 20 pavimentos com todos os apartamentos detalhados desde o parafuso de sustentação das prateleiras até os quarteirões que cercam o prédio. Isso pode acontecer na teoria, mas vários fatores causam impedimentos na aplicação prática.
Quando você for modelar algum objeto a primeira pergunta a ser feita é: qual é o objetivo da modelagem? Apresentar uma perspectiva externa? Apresentar uma perspectiva interna? Estudar a estrutura de um edifício? Fazer um estudo de intervenção urbana? Dependendo do objetivo você terá que assumir um maior ou menor nível de detalhamento em seus objetos. Por exemplo, se você está fazendo o projeto para um novo modelo de janela então é extremamente recomendável que todos os …

Perspectiva de um ambiente interno

Imagem
Olá! Voltamos com mais um vídeo sobre perspectivas. O desenho de perspectivas é componente importante da formação de qualquer profissional que trabalhe com criação. O vídeo abaixo mostra o processo de montagem volumétrica e intuitiva de uma perspectiva interna. Para a gravação do vídeo usei o Autodesk Sketchbook Pro e uma tablet Bamboo da Wacom tamanho pequeno.
Percebam na técnica usada os seguintes tópicos:
O desenho toma como base um eixo horizontal e outro vertical onde são marcadas unidades que adotei como sendo de um metro.Os eixos marcam também onde posicionei o plano de quadro.O ponto de fuga foi escolhido também em relação aos eixos.O processo é iniciado na marcação, no chão, do que seria o meu quadrado de 1x1 m.Esta marcação é intuitiva, mas o desenhista deve tomar cuidado para não deformar as dimensões verificando se o elemento desenhado parece realmente com um quadrado em perspectiva.Tomando o quadrado inicial como referência marco uma diagonal que será a responsável pela m…

Croquis com pastel seco

Imagem
Olá! Essa postagem será um relato de uma pequena experiência. As pinturas que você vê acima e a outra mais abaixo são versões ampliadas de dois croquis, também mostrados nessa postagem, que fiz em recente visita ao Jardim Botânico de São Gonçalo do Amarante. A técnica não tem nada demais. Digitalizei os desenhos originais, retirei algumas sombras, reduzi a opacidade das linhas em 90% e imprimi o resultado em uma folha A4 texturizada com 140g/m2.


A pintura foi feita com pastel seco e ela cuidou de esconder as linhas da impressão. A parte mais interessante ficou por último. Eu queria que as linhas fizessem parte do desenho, Tentei usar lápis mas o contraste não ficou legal com o pastel. Não poderia usar canetas nanquim descartáveis pois o pó do pastel estragaria a ponta então usei penas e tinta nanquim. Tentei preservar as características de traço do desenho original inclusive tentando não refinar demais os detalhes. Achei o resultado bem bacana.

Croquis e Roberto Burle Marx

Imagem
No final de semana do dia 16/7/11 eu e minha esposa atendemos ao convite do seu tio, o engenheiro agrônomo Ricardo Marinho e de sua esposa, para uma breve visita à sua casa localizada na praia da Taíba, litoral oeste do Ceará. O curto tempo que passamos lá não poderia ter sido mais produtivo. Além das várias conversas sobre arquitetura e paisagismo, do bom vinho e da ótima comida ainda tivemos o privilégio de conhecer obras do paisagista Roberto Burle Marx que era amigo de nossos anfitriões.

A casa, excelente projeto do arquiteto José Porto, é decorada com materiais de demolição e com várias obras dos dois artistas. Inspiração não faltou para produzir vários desenhos. O primeiro mostra o painel feito por Burle Marx localizado no jardim interno da sala de estar. É claro que não me arrisquei a tentar representa-lo e preferi fazer a montagem que vocês podem ver acima. Mais à direita (na mesma perspectiva) outra montagem com um quadro do mesmo autor.


Outro elemento que chama a atenção na…

Dica SketchUp! - Modelagem de paredes

Imagem
Olá! Voltamos com mais uma dica para usar o SketchUp em projetos de arquitetura de interiores. No vídeo mostrado nesse link você verá a modelagem das paredes de um pequeno apartamento. É interessante observar a técnica usada. Primeiro a planta em formato DWG é inserida no modelo quando são iniciados os procedimentos de organização e algumas técnicas para a modelagem das paredes, piso e teto.
Vale lembrar que esta é apenas uma das várias opções de técnica de modelagem.  No meu livro, por exemplo, apresento outro tipo. Veja os detalhes desse processo: Primeiro as camadas que vieram do CAD são eliminadas para dar lugar a outras. Depois a planta baixa, já limpa, é agrupada.Aplica-se então a técnica de "cobrir" a planta original com retângulos.Em seguida, a ferramenta OFFSET tornará possível marcar as paredes externas.As paredes internas serão marcadas quando desenharmos retângulos dentro dos ambientes e em seguida apagá-los.Quando as faces das paredes estão marcadas selecionamos…

Croquis de final de semana 1

Imagem
Oi pessoal! Mais uma sequência de desenhos de finais de semana. Desenhar para mim é um prazer. Me sinto bem. Fico com uma ótima sensação de que produzi alguma coisa importante e de que exercitei o cérebro e, para mim, as duas coisas são verdade. Desenhar a partir de uma realidade tridimensional é uma rica experiência gráfica. A decodificação dos espaços e sua representação em planos bidimensionais é sempre um desafio de visão, interpretação e releitura. Uso a palavra releitura por que todo desenho é uma interpretação pessoal carregada de simbologias e da carga de experiências do desenhista. O mais interessante nesse processo é que essa carga a qual me refiro não é somente no âmbito do desenhar e sim do somatório de tudo que o indivíduo já leu, viu, assistiu, estudou, conversou e, é claro, desenhou.
Faço muitos desenhos baseado em fotos, mas o desenho "ao vivo" com certeza é um exercício muito mais rico. Todos os desenhos dessa postagem foram feitos in loco usando uma lapise…